Sem medo do trabalho

Paulo Kobayashi começou a trabalhar no campo muito cedo, ajudando o pai na lavoura.

Mas o imigrante Shigueo Kobayashi e a esposa Sumyo queriam uma vida melhor para seus sete filhos. Paulo era o mais velho e foi estudar em escolas públicas do interior de São Paulo.

Aos 17 anos chegou a São Paulo para completar os estudos e trabalhar no banco América do Sul. Cursou as faculdades de Economia e Geografia da PUC de São Paulo.

A primeira ele parou no terceiro ano, quando percebeu que a Geografia e o ensino eram suas grandes paixões.

Professor Koba, um mestre especial

Ainda na faculdade, Paulo começou a dar aulas nos cursos supletivos e vestibulares Dom Bosco, Patriarca e Santa Inês. A vocação natural fez dele um professor brilhante, carismático e muito querido pelos alunos. Logo foi contratado também pelo Objetivo, onde ficou por cerca de 20 anos, atuando como coordenador geral de Geografia.

Cerca de 500 mil alunos, hoje profissionais espalhados nas mais variadas áreas, tiveram a sorte de aprender não só os segredos da Terra, dos mapas ou do clima.

Em suas aulas, Paulo conseguia ampliar a visão dos alunos para questões universais. Não havia pressa ou limites para o ato de ensinar. E ele conseguia dosar seriedade e bom humor na medida certa para garantir o aprendizado.

Desses anos como professor de Geografia ele conseguiu a base para conhecer bem e debater todos os problemas da administração municipal, estadual e federal.

Em 1975, Paulo Kobayashi se candidatou pela primeira vez e foi eleito deputado estadual, fazendo parceria com o ex-professor do Objetivo, e hoje jornalista, Heródoto Barbeiro, da CBN e da TV Cultura.

Projetos do Deputado

O trabalho de Paulo Kobayashi foi intenso nas negociações para ampliar os recursos, derrubando inclusive uma barreira histórica: na visão de Brasília, São Paulo é um estado rico e que não precisa de verbas.

R$ 72 milhões foram para resolver o problema das enchentes na Capital; R$ 44 milhões para a construção de Presídios e R$ 45 milhões para a SAÚDE, a maior verba obtida nessa área até então. Só para o RodoAnel foram R$ 9 milhões

Verbas para São Paulo

Como coordenador da bancada Paulista no Congresso Nacional desde 1999, liderando 70 deputados federais e 3 senadores de diversos partidos, Paulo Kobayashi não decepcionou a missão confiada pelo Governador Mário Covas: aumentar as verbas destinadas ao Estado de São Paulo no orçamento federal.

Comunidade Oriental

imperadorpk1

Paulo Kobayashi foi um líder na comunidade oriental e teve todos os motivos para isso. Entre os seus maiores orgulhos está o fato de ter sido o primeiro nikkey a chegar à presidência da Câmara Municipal e Assembléia Legislativa.

Ele foi o único parlamentar nikkey do Congresso Brasileiro e Secretário Executivo do Grupo Parlamentar Brasil-Japão.

Em todas as ocasiões relacionadas à colônia japonesa Kobayashi sempre esteve presente. Como em junho de 1997, quando era Presidente da Assembléia Legislativa e recepcionou no Ibirapuera o Imperador Akihito e a imperatriz Michiko na grande festa promovida pela comunidade nipo-brasileira para homenageá-los.

universiddsoka2

Com muito empenho, ele ajudou a resgatar a história da chegada dos primeiros imigrantes japoneses ao Brasil e tem o espírito japonês guiando seus atos, com respeito e gratidão.

Ficou emocionado ao receber a Suprema Honra ao Mérito da Universidade de Soka, do Japão.

Na ocasião, foi aclamado por unanimidade de votos do Conselho Diretor da Universidade para receber o prêmio.

Foi interlocutor no Japão para a concretização do acordo do Governo Mário Covas com o Governo Japonês e o Exibanc (JBIC) para o projeto de rebaixamento da Calha do Tietê, no valor de R$ 688,3 milhões, em execução no Governo Alckmin.

serrapkformal3

Em Fevereiro de 2001, ao lado do então Ministro da Saúde José Serra, Paulo Kobayashi fez parte da comitiva que esteve no Japão para assinar convênios no valor de 136 milhões de dólares para equipamentos hospitalares e combate ao Câncer, distribuídos em centenas de hospitais brasileiros.

“Em janeiro deste ano foi convidado oficialmente pelo Governo Japonês para visitar todas as instituições participantes das Relações Brasil-Japão. Entre elas, o Ministério das Relações Exteriores, o Príncipe Herdeiro, o Keidaren, a JICA, o JBIC, o Grupo Parlamentar Japão-Brasil e outros.

Visitou, ainda, a comunidade brasileira (dekasseguis) nos Estados de Aichi, Gifu e Gumma, para conhecer melhor a situação e as dificuldades que enfrentam no Japão. Nesta comissão, participa de todas as questões relativas às comunidades chinesas e coreanas no Brasil.”

carnad4

A ligação com a Colônia esteve presente em vários momentos da vida do deputado. Em 1998, por exemplo, ele participou com toda animação do desfile da Escola de Samba Vai-Vai, que levou para a avenida a história e a cultura do Japão com o tema “Banzai!Vai-Vai”.

A bela homenagem aos 90 anos da imigração japonesa no Brasil rendeu à escola o título de campeã. Kobayashi ajudou a escola a resgatar a história do Japão, ressaltando a cultura de trabalho e seriedade de seus antepassados.

No Interior

unidadeqt1

Como deputado estadual e presidente da Assembléia Legislativa, Paulo Kobayashi conheceu a realidade de muitos municípios: recursos insuficientes no orçamento municipal para atender às necessidades de áreas prioritárias como educação e saúde, passando por problemas nas situações precárias das estradas e falta de infra-estrutura para desenvolver o turismo.

Outras, ainda, como estradas em situações precárias, pedágios que oneram a distribuição regional dos produtos e falta de incentivos fiscais, juros subsidiados, fixação de preços mínimos e condições eficazes de escoamento e comercialização da produção para o pequeno produtor.

Prefeitos das mais diversas regiões que acompanharam o trabalho de Kobayashi, aprenderam a conhecer sua sensibilidade aguçada para reconhecer tanto o potencial quanto as dificuldades do Interior.

Da mesma forma, constataram a agilidade para ir em busca de soluções, conseguir ajuda rápida em casos de emergências e trazer propostas viáveis para o setor agrícola.

Em seu mandato como deputado federal na Comissão de Orçamento, conseguiu com a bancada verbas para equipamentos em postos de saúde, construção de quadras esportivas, transporte escolar, interligação de vias, construção de creches, programas de incentivo ao turismo, construção de universidades, ampliação de estabelecimentos penais, construção de avenidas e viadutos, ampliação de saneamento básico e outros benefícios para municípios de todo o Estado.

Homenagens e reconhecimentos a Paulo Kobayashi

unidadeqt1

O Plenário da Assembleia Legislativa paulista aprovou no dia 5 de maio de 2010, o Projeto de Resolução 38/2009, que dá a denominação de deputado Paulo Kobayashi ao auditório situado no andar térreo do edifício anexo do Palácio 9 de Julho.

O Auditório Deputado Paulo Kobayashi foi inaugurado no dia 30 de junho de 2010, com abertura do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Barros Munhoz.

No início da cerimônia, foi apresentado um vídeo em que políticos que conviveram com o ex-deputado prestaram depoimentos relembrando a trajetória de Kobayashi como professor, vereador, deputado estadual e federal. Todos fizeram questão de citar a competência profissional, a dedicação e o empenho de Kobayashi, que presidiu a Assembleia entre 1997 e 1999. O ex-deputado foi o primeiro nissei a ocupar a presidência dos poderes legislativos municipal e estadual.

Com forte ligação com a colônia nipônica, Kobayashi recebeu no evento a homenagem da comunidade japonesa através do cônsul do Japão em São Paulo, Kazuaki Obe, e, na pessoa de seu filho, Victor Kobayashi, a lembrança e o carinho dos familiares.

Ao encerrar a cerimônia, o deputado Barros Munhoz falou da justeza da escolha do nome de Kobayashi para batizar o mais novo auditório da Casa e desejou sucesso a Victor Kobayashi na condução do instituto que leva o nome de Paulo Kobayashi.

A Praça Presidente Vereador Paulo Kobayashi foi inaugurada em 05 de dezembro de 2005, situada ao lado da Câmara Municipal de São Paulo em homenagem a Paulo Kobayashi que em 1989 foi eleito vereador em São Paulo, e reeleito em 1993 (PSDB). Foi eleito presidente da Câmara Municipal de São Paulo, o primeiro político nikkei a ocupar tal cargo.

LEI 14.045
(Projeto de Lei Nº 397/05, de todos os Srs. Vereadores)

Denomina logradouro público inominado Praça Presidente Vereador Paulo Kobayashi, situado no Distrito da Bela Vista, e dá outras providências. JOSÉ SERRA, Prefeito do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, faz saber que a Câmara Municipal, em sessão de 16 de agosto de 2005, decretou e eu promulgo a seguinte lei: Art. 1º Fica denominado Praça Presidente Vereador Paulo Kobayashi o logradouro público inominado, compreendido entre a Rua Santo Amaro (Cadlog 01003-0) e Viaduto Jacareí (Cadlog 09758-6), localizado no Distrito de Bela Vista. Art. 2º As despesas decorrentes da execução desta lei correrão por conta das dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário. Art. 3º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

No dia 25 de janeiro de 2012 a Praça Presidente Vereador Paulo Kobayashi foi reinaugurada. A praça foi revitalizada por iniciativa do presidente da Câmara Municipal, o vereador José Police Neto, e de Victor Kobayashi, atual presidente de honra do IPK, e agora conta com quadras poliesportivas e de skate reformadas.

Praça pública, conhecida como “oito”, devido ao formato de sua pista concretada de cooper. Destinada ao lazer público, incluindo pista de corrida, playground para crianças e barras fixas, além de bancos.

.

.

.

Inaugurado em 22 de junho de 2003 foi considerado uma extensão do CER Jundiapeba, conhecido pelos moradores do bairro apenas como quadra coberta ou azul, não tinha identidade própria.

Em 24 de maio de 2006, o Ginásio Poliesportivo situado na Rua Manuel de Freitas Garcia, 600 – Vila Nova Jundiapeba, através da Lei Nº 5894, passa a ser denominada “Deputado Federal Paulo Kobayashi”

.

Escola Estadual Paulo Kobayashi Professor está localizada na Rua Mauricio Mariano, 171, Vila Maluf, na cidade de Suzano -SP – CEP:08685-140.

O telefone da escola é (11) 4742-7754 e o email e284361a@see.sp.gov.br.

A escola da rede estadual possui 1137 alunos no Ensino Fundamental II, Ensino Médio e EJA.

.

.

A Escola Estadual Paulo Kobayashi atende os estudantes da periferia da Zona Leste de São Paulo, lecionando o Ensino Fudamental (5ª, 6ª, 7ª e 8ª série) e Ensino Médio (1ª, 2ª e 3ª série). A escola, também, está adaptada para atender a Educação Especial – DM (Deficiência Mental)

No período noturno a EE Paulo Kobayashi vira um Extensão ETEC ministrando cursos técnico na área de Recursos Humanos

Situado na Rua Dener, SN – TV Rio Guarapó – União de Vila Nova – São Paulo – TEL 11 – 20325060 / 11 – 20370855

Homenagem do Hospital do Câncer de Barretos, Ala de Quimioterapia Paulo Kobayashi.

.

.

.